4
Restauração do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima

Definindo ações prioritárias para a descarbonização da economia brasileira
Reunião de restruturação do FBMC, com a presença do então ministro do meio ambiente, Sarney Filho, e o presidente do Fórum, Alfredo Sirkis | Foto: FBMC

CONTRIBUIÇÕES DO iCS E DE SEUS DONATÁRIOS:

O iCS apoiou, ao longo dos anos de 2016 e 2017, organizações da sociedade civil brasileira e especialistas que restauraram o funcionamento do FBMC, entre elas o Centro Brasil no Clima, o Observatório do Clima, o Engajamundo, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável, o Centro Clima e o Instituto Energia e Meio Ambiente. Essas organizações, assim como o próprio iCS, participaram em diversas ​Câmaras Temáticas ​(CTs) do Fórum, contribuindo fortemente para o avanço da definição de prioridades para a implementação da NDC.
Mobilidade a pé: centro de São Paulo | Foto: ITDP

CONTEXTO

Após anos de paralisação das atividades, o FBMC – órgão criado por decreto federal, que objetiva conscientizar e mobilizar a sociedade e contribuir para a discussão das ações necessárias para enfrentar a mudança global do clima – voltou a atuar no final de 2016.
O desafio enfrentado pelo Fórum está na articulação e construção de consensos que possibilitem sugerir ações e medidas prioritárias e encaminhá-las à Presidência da República, como insumo para que o país cumpra as metas estabelecidas em sua Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC).

Na interação com o MMA e em particular com a minha secretária de Mudança do Clima e Florestas, houve uma mudança significativa: maior aproximação nas agendas de adaptação à mudança do clima e também na agenda de métricas para uma economia de baixo carbono. São dois temas novos, recentes, e que estão ganhando momento e corpo no âmbito do MMA e para os quais o iCS está tendo uma participação muito importante”.

Everton Lucero
Secretário de Mudanças Climáticas do MMA

RESULTADOS

A reativação do FBMC possibilitou a realização de reuniões, ao longo de 2017, de nove CTs envolvendo representantes da sociedade civil, do setor privado e das três esferas de governo; a participação do Presidente da República, que também preside o Fórum, em duas das reuniões; e a definição de ações prioritárias para a descarbonização da economia, a serem encaminhadas ao Presidente da República para orientar a NDC brasileira.

Veja ao lado alguns importantes resultados para os quais o iCS e seus donatários tiveram uma contribuição significativa em 2017.